USP cria fibrocimento mais resistente usando bambu

fibrocimento de bambu

Placa de fibrocimento reforçada com polpa de bambu, que mostrou alta resistência e padrão de absorção de água melhor que o exigido pela legislação.

Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) desenvolveram uma nova técnica para usar o bambu como matéria-prima para a produção de materiais de fibrocimento.      Até há poucos anos, telhas e caixas d’água, entre vários outros produtos, eram fabricados usando fibras de amianto, um material carcinogênico que vem sendo banido mundialmente. Viviane da Costa Correa e Holmer Savastano Junior demonstraram que é possível obter a polpa de bambu pelo método organossolve, uma técnica que utiliza reagentes orgânicos para retirar a lignina, um dos componentes do bambu. A técnica tem a vantagem adicional de facilitar a recuperação dos solventes utilizados no processo, um elemento importante para a viabilização econômica e para evitar a geração de poluentes. Viviane explica que a obtenção da polpa geralmente é feita por um processo denominado kraft, utilizado em larga escala industrial para a fabricação de papel a partir da madeira. No processo kraft, são utilizadas diversas substâncias químicas que separam os seus componentes, como a lignina e a celulose. No processo organossolve para obtenção da polpa de bambu, são utilizados solventes orgânicos, basicamente etanol e água, bem menos poluentes que os agentes químicos do processo kraft.

peça de fibrocimento
  bambu
Leave a reply