Túnel imerso fará a ligação viária entre Santos e Guarujá

A Engevix, em consórcio com as empresas Planservi Engenharia e Themag Engenharia, assinou contrato junto à Dersa – Desenvolvimento Rodoviário S.A., em 30 de maio último, para a elaboração do projeto de engenharia e detalhamento executivo da ligação viária entre os municípios de Santos e Guarujá, no litoral de São Paulo. O valor do contrato é de R$ 33,6 milhões, com duração de 18 meses, tendo a Engevix o papel de empresa líder do consórcio, com 35% de participação.

Santos e Guarujá tunel imerso

Para a travessia entre Santos e Guarujá, a Dersa efetuou estudos técnicos e econômicos
 em vários locais da região, levando em conta as diferentes alternativas como ponte, túnel convencional (escavado) ou túnel imerso. Concluiu-se que a solução em túnel imerso apresenta maiores vantagens para a obra planejada.

Inédita no Brasil, esta tecnologia de túnel imerso já é empregada em vários países, com registros de mais de 150 túneis em operação pelo mundo. A primeira construção de túnel imerso foi em 1910, para permitir a passagem da Ferrovia Central de Michigan (Michigan Central Railroad), sob o Rio Detroit, nos Estados Unidos.

tunel de Santos e Guarujá

Para o desenvolvimento do projeto de ligação Santos-Guarujá, o consórcio contará com a participação de consultores internacionais vindos da Holanda, Dinamarca e Suécia, países especializados em projetos de túneis imersos.

O túnel imerso a ser projetado possuirá cerca de 860 metros de comprimento e 10 metros de altura. Os estudos iniciais indicam que será construído com sete módulos de concreto armado pré-moldados de comprimento em torno de 127 metros e 35 metros de largura cada. O túnel projetado terá três faixas de tráfego por sentido e faixa exclusiva para pedestres e ciclistas. Esses módulos serão construídos em uma doca seca, transportados até o local de implantação, onde serão afundados em local devidamente tratado, e, finalmente, interconectados. Os módulos ficarão instalados a uma profundidade de 30 metros ao longo da largura máxima do canal de navegação (gabarito horizontal de aproximadamente 220 metros) com uma lâmina de água mínima de 21 metros, respeitando as exigências para a operação do Porto de Santos.

As fases do processo construtivo serão:
• Dragagem e construção da doca seca
• Desapropriação e construção dos diques de proteção nas áreas dos emboques do túnel
• Construção das rampas (túnel cut&cover com estaca-prancha metálica e parede –
diafragma) e das estruturas de acesso para pedestres, ciclistas e estacionamentos nos
emboques do túnel
• Concretagem dos elementos do túnel
• Dragagem, escavação da trincheira e fundação para colocação dos elementos do túnel
• Transporte e imersão dos elementos do túnel
• Selagem das juntas e aterro para estabilização e proteção do túnel
• Construção das obras de arte especiais, vias rebaixadas e passagens desniveladas para
integração do túnel na rede viária.

 

Vejam as imagens a seguir, que mostram detalhadamente o processo.

ligação entre santos e guarujá   tunel de ligação santos e guarujá tunel pré fabricado em doca seca são paulo tunel santos guaruja canal do porto

 

 

Postagens relacionadas
Comments ( 2 )
  1. Alexandre Bezerra
    22 de Outubro de 2013 at 9:49
    Reply

    Demorou, mas ter que ser passe livre, nada de pedágio, afinal de conta já pagamos muito, licenciamento, IPVA, 25 centavos em cada litro de combustível, é esta obra não pode ser executada com dinheiro publico e entregue nas mãos da iniciativa privada, que cada vez, mas ficam bilionário as nossas custas.

  2. lourival macedo
    24 de Junho de 2013 at 11:16
    Reply

    ENFIM UM MARCO HISTÓRICO NA CIDADE DE VICENTE DE CARVALHO GUARUJÁ, FAROL BASE AEREA E O TUNEL UMA LIGAÇÃO MUITO IMPORTANTE NA EMANCIPAÇÃO USUARIA DE NOSSA CIDADE.

    PARABENS A TODOS E AO VELHINHO "ITAPEMA"

Leave a reply